NPdiário | Platinense João Capeta é assassinado a pauladas

Platinense João Capeta é assassinado a pauladas

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Ele tinha 36 anos e era solteiro

             
João Batista Porto (fotos) , de 36 anos, morreu a golpes de pedaço de madeira neste sábado, dia 29, em torno das 15 horas, na Vila Claro, às margens da BR-153, zona urbana de Santo Antônio da Platina.

Ele, que tinha diversas passagens pela polícia e era conhecido como João Capeta, perambulava pelas ruas e acabara de ganhar uma marmita na Vila Santa Terezinha, em frente do local do crime. Atravessou a rodovia e, quando se preparava para comer, foi atingido por uma pessoa ainda não identificada com várias pauladas, principalmente na cabeça e face, que ficaram dilaceradas. O homicida abandonou o pau ( foto acima dentro de um saco colocado pela PM) e fugiu em seguida.

Neste domingo, dia 30, o assassino se apresentou e explicou como aconteceu o crime.

Veja detalhes aqui: https://npdiario.com/capa/idoso-confessa-ter-matado-por-causa-de-dez-reais/

As Polícias Militar e Civil estiveram no local e depois o Instituto Médico Legal de Jacarezinho.
Populares curiosos se impressionaram com a violência do assassinato.
O delegado Rafael Pereira Gabardo Guimarães está fazendo um curso em Curitiba e na segunda-feira abrirá inquérito para apurar os detalhes.Só que sua equipe já trabalha no caso. A delegada Caroline dos Santos Fernandes , de Jacarezinho, responde pela delegacia platinense neste sábado e domingo.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas