NPdiário | Cremado corpo de juíza; prefeito platinense decreta luto oficial

Cremado corpo de juíza; prefeito platinense decreta luto oficial

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Era titular do Juizado Especial de Santo Antônio da Platina

A ex-juíza da Vara Criminal e, por último, do Juizado Especial, Maristela Andrade de Carvalho (fotos sozinha e com a promotora Kele Cristiani e o delegado da Polícia Civil, Rafael Guimarães), 52 anos, perdeu a vida no início da tarde deste sábado, dia 23, em sua residência, na avenida Oliveira Motta, centro de Santo Antônio da Platina.

A magistrada lutava contra um câncer.

Ela, que também dirigiu o Fórum Dr. Octávio do Amaral, é natural da capital paulista e perdeu a mãe recentemente.

 

Sem velório, o   corpo foi cremado no início da noite deste sábado na avenida Juscelino Kubitschek, 3105 (Vila Ipiranga) no Crematorium Londrina (foto).

O prefeito Professor Zezão assinou decreto determinando Luto Oficial (veja abaixo).

Ailson Levati, presidente da Subseção da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) lamentou o ocorrido e elogiou a “competência e comprometimento” da juíza, que era separada e deixou um filho, menor, chamado Pedro, de nove anos.

O primeiro-secretário da Assembleia Legislativa e deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli também manifestou condolências. O parlamentar, que é advogado, disse que “ela exerceu com zelo e dedicação a magistratura”.

Mário Pereira, ex-prefeito de Ribeirão Claro, onde Maristela também trabalhou, lembrou que participava como voluntária em festas beneficentes na cidade, “foi uma mulher admirável”, afirmou.

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas