NPdiário | Inaugurado Dado da Paz no centro platinense (vídeos)

Inaugurado Dado da Paz no centro platinense (vídeos)

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Na tarde deste sábado

Foi inaugurado na rua Marechal Deodoro, na praça Frei Cristóvão (da igreja Matriz) o monumento Dado da Paz, no centro de Santo Antônio da Platina. A iniciativa foi da Pastoral da Educação, Living Peace International e prefeitura.
Trata-se de uma peça de alumínio polido com um dado e aberto a todos, com mensagens edificadoras e propósitos para uma vida mais cristã.

Estavam presentes o padre Rosinei Tonietti, o prefeito Professor Zezão, o Chefe de Gabinete Ditinho Miranda, a psicóloga Áurea Chagas, entre outros.

Foi instalado perto do semáforo, na esquina com a rua 24 de Maio.

No dado não existem números, mas sim frases que ajudam a construir relacionamentos de paz entre todos. Normalmente, o dado é lançado todos os dias ou com outra frequência, a critério dos participantes: cada um, grande ou pequeno que seja, empenha-se a ser protagonista colocando em prática a frase. A seguir, uma vez por semana ou quando for julgado oportuno, as crianças/jovens e os educadores são convidados a partilhar as próprias experiências de construção da paz.

Pode-se fazer isso, por exemplo, escrevendo-as num Diário da Paz ou então com um Mural das Experiências no corredor da escola/associação ou de tantas outras formas que a criatividade sugerir.

O projeto internacional Living Peace (Vivendo a Paz, na tradução do inglês) baseia-se no lançamento do Dado da Paz em cujas faces não existem números, mas sim frases que ajudam a construir relacionamentos de paz entre todos. Esse dado é inspirado nos pontos da ”arte de amar” que Chiara Lubich havia proposto, sob forma de um dado, às crianças do Movimento dos Focolares.

Sou o primeiro a amar; Amo a todos; Amo o outro; Escuto o outro; Perdoamo-nos um ao outro e Ajudamo-nos reciprocamente.

Levando-se em consideração que cada realidade, assim como a cultura, a religião e a idade dos participantes são diferentes, o modelo do dado proposto poderá ser modificado e adaptado, desde que impulsione sempre a viver concretamente a paz.
“O dado pode ser considerado como uma proposta lúdica, didática e educativa (…) destinada a todos: famílias, escolas e grupos de qualquer tipo. O objetivo principal é o de promover relacionamentos positivos nos ambientes onde é utilizado, potenciando a capacidade pro-social das crianças e reforçando aquelas dos adultos. ” (As Origens e a História do Dado da Arte de Amar – Joseph M.C.I.Arxer)

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas