NPdiário | Projeto incentiva participação popular na criação de leis

Projeto incentiva participação popular na criação de leis

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Na Assembleia Legislativa do Paraná

Os deputados Bernardo Ribas Carli (fotos) e  Pedro Lupion (DEM), Tiago Amaral (PSB) e Tião Medeiros (PTB) apresentaram na Assembleia Legislativa do Paraná, na terça-feira (8), um projeto de resolução que altera o Regimento Interno da Casa para incentivar a participação popular no processo de elaboração de leis.

Pela proposição, cria-se a Comissão de Participação, Revisão e Consolidação Legislativa, unindo a Comissão de Participação proposta em outra ocasião pelo deputado Tião Medeiros à Comissão de Revisão e Consolidação Legislativa, já instalada e atuante.

Em essência, considerando a natureza e as atribuições da Comissão de Revisão Legislativa, notamos que a proposição da Comissão de Participação complementa o conjunto de atividades exercidas atualmente pela Comissão já instalada”

O objetivo é que a nova comissão técnica possa receber sugestões de projetos de lei diretamente de entidades representativas, facilitando a participação popular no processo legislativo. “Em essência, considerando a natureza e as atribuições da Comissão de Revisão Legislativa, notamos que a proposição da Comissão de Participação complementa o conjunto de atividades exercidas atualmente pela Comissão já instalada”, destacou Bernardo Carli.

                                        

“Assim, queremos estabelecer um meio ágil e eficiente de acesso e comunicação da sociedade com o Poder Legislativo, permitindo que ideias vivas da sociedade sejam apresentadas diretamente a nós, deputados. Poderemos, então, estudá-las e providenciar o seu adequado direcionamento e tramitação, evitando assim os demorados trâmites exigidos para proposições de iniciativa popular”, complementam os autores da proposta.

A inovação nas competências da nova comissão, portanto, seria a de manifestar-se sobre sugestões de iniciativa legislativa apresentadas por associações e órgãos de classe, sindicatos e entidades organizadas da sociedade civil. O projeto de resolução nº 8/2018 deve agora ser submetido à apreciação e discussão nas comissões do Legislativo.

Assessoria de Imprensa

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas