NPdiário | Cooperativa Agroindustrial confirma instalação em Santo Antônio

Cooperativa Agroindustrial confirma instalação em Santo Antônio

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Já adquiriu ampla área às margens da rodovia BR-439 

A CAPAL (Cooperativa Agroindustrial) , sediada em Arapoti, nos Campos Gerais, vai instalar uma unidade em Santo Antônio da Platina.

Em 2019, adquiriu um terreno no município de Santo Antônio da Platina para a implantação de uma nova loja agropecuária. O investimento está na fase de projeto e sem definição para o início das obras.

Segundo a Assessoria de Imprensa, tão logo a implantação seja iniciada, a cooperativa fará o anúncio público. A nova unidade seguirá o padrão de estrutura e de atendimento da CAPAL, colocando o cooperado e o cliente em geral como prioridade. A instituição e os seus associados confiam no potencial produtivo do município, e enxergam grandes possibilidades.

Nenhuma descrição disponível.

O prefeito Professor Zezão detalhou que a área é de 30.600 metros quadrados às margens da PR-439 (fotos), na zona urbana perto do entroncamento com a BR-153.

“Esperamos que a loja de comercialização de produtos agropecuários logo se expanda até porque o terreno tem um tamanho significativo; estamos satisfeitos principalmente com a geração de empregos e de ser uma cooperativa muito conceituada”, afirmou ele, que foi reeleito nas eleições deste ano.

A Capal atua na agricultura, pecuária de leite e suinocultura. Abrangendo uma grande área entre Paraná e São Paulo, atende a mais de 2 mil associados. Para atender a demanda de seu público, mantém o posto de combustíveis e a fábrica de ração, em Arapoti,na região do Campos Gerais.

Na assistência técnica, nas lojas agropecuárias e nos setores operacional e administrativo, o atendimento e os serviços de qualidade estão alinhados com a visão e valores da instituição, tudo para garantir que os princípios cooperativistas sejam praticados e levados adiante.

Ela oferece os seguintes serviços: recebimento, armazenagem e comercialização de cereais e café; fábrica de ração; comercialização de sementes e insumos; pecuária leiteira; suinocultura; cafeicultura; lojas agropecuárias; posto de combustíveis, ração Pet e TRR, que diz respeito à venda e entrega de diesel nas propriedades rurais.

Foi fundada em setembro de 1960, por 21 sócios, todos de nacionalidade holandesa. Já em 1966, o número de associados aumentou para 55, sendo que cinco deles eram brasileiros. Em 1973 aconteceu a maior integração, pois a partir desse ano, dois associados brasileiros foram eleitos para compor a diretoria da cooperativa. Sendo assim adotado nas reuniões o idioma português, pois até então era usado o holandês.

Veja também essa reportagem de novembro de 2019: https://npdiario.com/economia/cooperativa-estuda-abrir-unidade-em-santo-antonio/

E ainda essa sobre acontecimento em Ibaiti: https://npdiario.com/especial/cooperativa-capal-lamenta-o-falecimento-de-luiz-carlos-gouveia/

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas