NPdiário | Professor incentiva produção

Professor incentiva produção

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Estimular a produção científica entre estudantes da graduação. Este é o objetivo do docente Fábio Teodoro de Souza, vinculado à Escola Politécnica e ao Programa de Pós-Graduação em Gestão Urbana (PPGTU).

Fábio é norte-pioneirenses de Santo Antônio da Platina. É filho dos saudosos Artílio e dona Nena e tem robusto currículo.Atualmente, é professor da PUC(Pontifícia Universidade Católica do Paraná), em Curitiba.

A experiência mais recente do professor, que será apresentada na conferência Air Pollution 2017, foi produzida com o estudante Matheus Bittencourt Cardoso (os dois na foto), do curso de Engenharia Civil, na qual pesquisaram a interferência da poluição do ar no número de internações hospitalares em Curitiba e região metropolitana.

Segundo Souza, é complicado convencer um estudante a escrever um artigo, ao mesmo tempo é importante para ele sair da universidade com a sensação de que aprendeu e produziu algo que possa ser utilizado em sua carreira profissional. Foi justamente essa percepção que ficou para Cardoso: “Está sendo muito interessante. Sinto que aprendi bastante e foi muito válido. Hoje, se tivesse a oportunidade, iria desde o começo tentar trabalhar com pesquisa, pois ela me mostrou algo que vai além da parte construtiva da engenharia civil”.

Para realizar o estudo, ambos definiram uma metodologia, que consistiu em três partes: coleta, preparação e análise multivariada de dados. De acordo com o professor, a ideia foi reunir informações sobre a qualidade do ar, dados meteorológicos e morbidade hospitalar, dos últimos oito anos, com as quais o estudante pudesse elaborar padrões de associação baseados em técnicas de mineração de dados, além de modelos para prever os níveis de internação nas cidades de Almirante Tamandaré, Araucária, Campo Largo, Colombo, Curitiba, Pinhais e Piraquara.

Está sendo muito interessante. Sinto que aprendi bastante e foi muito válido. Hoje, se tivesse a oportunidade, iria desde o começo tentar trabalhar com pesquisa, pois ela me mostrou algo que vai além da parte construtiva da engenharia civil”

As informações obtidas com a pesquisa são úteis para a gestão de saúde pública local; afinal, com base nos padrões traçados, é possível se preparar para surtos de doenças respiratórias. “Estou bastante orgulhoso, porque num trabalho de conclusão de curso é difícil obter um tipo de resultado assim”, afirma o docente, destacando que a experiência mostrou ser preciso incentivar os acadêmicos a produzir projetos de qualidade e relevância. “Eles têm medo do TCC, porque têm que produzir 50/60 páginas, mas o objetivo, na realidade, é ter conteúdo, ser uma pesquisa interessante e não necessariamente volumosa”.

Além da apresentação na Air Pollution 2017, em Cádis, na Espanha, ambos produzem atualmente um artigo que pretendem publicar em periódico. “O objetivo é subir a régua, extrair o máximo do estudante”, complementa Souza. Outro estudo realizado com orientação do professor é o artigo A Data Mining Approach to Study the Air Pollution Induced by Urban Phenomena and the Association With Respiratory Diseases, escrito com o estudante William S. Rabelo, também do curso de Engenharia Civil, que foi apresentado na 11th International Conference on Natural Computation.

O platinense possui graduação em Engenharia Civil pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (1995), mestrado (1999) e doutorado (2004) em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Concluiu o Pós-Doutorado em Tsinghua University em Pequim na China (2010). É professor do Curso de Engenharia Civil na Pontifícia Universidade Católica do Paraná nas disciplinas de Engenharia de Recursos Hídricos, Fenômenos de Transporte e Hidráulica. É também professor do Curso de Engenharia Civil na Universidade Federal do Paraná (UFPR) nas disciplinas de Hidrologia Experimental e Ciências do Ambiente.

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas