NPdiário | Festa é a maior causa de infecção da Covid-19 no Norte Pioneiro

Festa é a maior causa de infecção da Covid-19 no Norte Pioneiro

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Especialistas dizem que próximos dias serão os mais perigosos da pandemia

Exclusivo: Reunião extraordinária entre prefeitos e/ou vices das cidades que integram a Associação dos Municípios do Norte Pioneiro e representantes do sistema de saúde da região terminou com a divulgação de fatos muito sérios na manhã desta quarta-feira, dia 24 . O evento foi  no salão aberto da Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), em Jacarezinho (fotos).

A participação de secretários e diretores municipais de Saúde nesta quarta foi relevante, mas o esclarecimento dos agentes públicos sobre o novo coronavírus foi alarmante e esclarecedor.

Márcia Scarpelini, Chefe  da Divisão de Vigilância em Saúde, disse que festas são o que mais causam a infecção na região, “as pessoas compartilham copos, cigarros, narguilés, comida e tudo sem proteção, é o principal motivo e pode e deve ser evitado”, afirmou, categórica.

Fizeram os alertas também Walmir Joaquim, Chefe da Atenção Primária; Juliana Arantes Juliano de Castro de Brito, Chefe de Sessão da Scaera( Sessão de Ações Estratégicas) da 19ª Regional, e Suelene Manfre, Chefe da Epidemiologia municipal.
Na coordenação a secretária-executiva da Amunorpi, Michele Naide.

Veja também: https://npdiario.com/capa/norte-pioneiro-intensifica-cuidados-e-amplia-proibicoes-diante-da-covid-19/

O contágio pode vir no ar, aperto de mão, tosse, espirro, solas de sapatos, saliva, sacolas de supermercados,embalagens e até, como exemplificado na reunião, por meio da tampa de uma cafeteira, onde todos tocam e pode servir de “transmissor” da doença.

Higiene pessoal, lavar as mãos sempre e evitar tocar no rosto, muito cuidado ao sair do trabalho (não tirar a máscara e nem abraçar colegas); ir à farmácia ou ao supermercado, se for necessário, sozinho e nunca levar crianças e idosos; evitar frequência de bares; evitar tocar em objetos de uso comum (maçanetas, botões, corrimão etc.), antes de comer ou preparar alimentos e depois de usar o banheiro. Se a torneira não for automática, usar a tolha de papel para fechá-la, ou lavar a torneira.

As profissionais afirmaram que nos próximos dias a tendência é aumentar o número de casos e, se houver efetiva conscientização da população, no início de agosto as infecções deverão diminuir, “todos precisamos nos esforçar agora e, se na sua cidade não tem festa nem bar aberto, não vá na cidade vizinha que tem” , resumiu Juliana.

FOTOS: ROBERTA RODRIGUES/ESPECIAL PARA O NPDIARIO

 

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas