NPdiário | Secretário de Comunicação veta celular em reunião e atitude é aprovada

Secretário de Comunicação veta celular em reunião e atitude é aprovada

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Jornalista considera mais confortável conversar sem smartphones 

Uma solicitação inusitada é dada aos visitantes de Alexandre Teixeira (fotos), secretário de Estado da Comunicação Social do Paraná: Deixar o celular desligado e com a assistente dele antes de entrar no gabinete, no terceiro andar do Palácio Iguaçu, em Curitiba. E o pedido foi apoiado por exatamente 80 por cento das pessoas contatadas pela reportagem.
A maioria aprovou a iniciativa. Foram feitas 20 consultas diretas a profissionais das áreas de comunicação e marketing por telefone, e-mail e Whatsapp e o resultado foi: 16 a 4.
“Ele tem o direito de preservar o que foi acordado nas reuniões”; “não acho antipático, é uma forma de precaução apenas”; “se em muitos lugares é exigido o desligamento dos smartphones, não vejo inconveniente” e “os participantes dos encontros ficam mais à vontade, sem o constrangimento de serem fotografados ou gravados eventualmente até sem terem autorizados” foram algumas das respostas assertivas.
As opiniões contrárias, literalmente todas, indicaram que um homem público pode permitir tudo numa função igualmente pública, mesmo imagens e áudios de reuniões,”acho uma atitude pedante, desnecessária” foi a mais incisiva.
A recente indicação foi feita pela governadora Cida Borghetti.Ele, que é amigo pessoal do deputado federal Ricardo Barros, já desempenhou outras funções no governo desde 2011, tendo sido diretor de Mercado e Relações Institucionais da Fomento Paraná e diretor-geral da Casa Civil.
O jornalista recebeu o npdiario em sua sala na semana passada (jornalista Valcir Machado e ex-vereador de Santo Antônio da Platina, Gil Martins) e se mostrou animado com a atual gestão.
Enalteceu o modelo de gestão de Cida e tem dinamizado a Pasta com posturas pragmáticas e objetivas valorizando a mídia do interior, incluindo portais e emissoras de rádo relevantes, considerando a televisão um meio de comunicação respeitável, mas substituível (não usou exatamente essa expressão) por outras maneiras de veiculação mais baratas e eficazes.
“A Cida será reeleita, não tenho nenhuma dúvida”, afirmou, ao final da reunião e já fora do gabinete, “é muito competente e tem uma equipe ótima”, adicionou.

Fotos: Jonas Oliveira

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas