NPdiário | Ministro da Saúde confirma Hospital do Câncer em Santo Antônio

Ministro da Saúde confirma Hospital do Câncer em Santo Antônio

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Chuva impediu vinda da vice-governadora Cida Borghetti

Foi anunciado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros, na manhã deste sábado, dia dez, no auditório do SESC/SENAC de Jacarezinho, mais R$ 1,2 milhão para ampliar e qualificar os serviços de média e de alta complexidade oferecidos à população pelo SUS(Sistema Único de Saúde).Além desse valor,liberou também R$ 710 mil para custeio de serviços ambulatoriais e hospitalares, como consultas, exames especializados e cirurgias eletivas para os 22 municípios do Cisnorpi (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Norte Pioneiro) com abrangência de 271,6 mil pessoas.
O ministro também anunciou que o Hospital do Câncer de Londrina poderá ser instalado em breve no município de Santo Antônio da Platina. A informação foi repassada aos prefeitos e gestores da saúde, que se reuniram neste sábado chuvoso.
Um vereador jacarezinhense, Edilson da Luz(DEM) pediu esclarecimento ao ministro sobre a possibilidade de instalação de uma extensão do Hospital do Câncer no município, mas a resposta desapontou as lideranças locais, que tinham a expectativa de uma parceria com a Santa Casa, para atendimento de oncologia.
Barros (confira no vídeo), lembrou que ,recentemente, houve uma reunião em Brasília, com vários deputados interessados em atender seus municípios-base. O prefeito platinense, José da Silva Coelho Neto, o Zezão também participou do encontro e estava nesta manhã em Jacarezinho.
“Sugeri aos deputados presentes à reunião que deveríamos ouvir a direção do Hospital do Câncer, referente à qual município ela teria preferência. A resposta foi o interesse pela instalação em Santo Antônio da Platina, no espaço onde hoje está localizada a Unidade de Pronto Atendimento (UPA), que ainda não está em funcionamento”, disse o deputado federal licenciado.
O prefeito de Jacarezinho, Sérgio Faria brincou com o chefe do executivo platinense, dizendo que, caso não tivesse condições de abrigar a unidade, ele colocaria a Santa Casa à disposição para essa parceria.


Segundo o ministro Ricardo Barros, em 600 dias à frente da pasta foram destinados R$ 18,8 milhões para fortalecimento dos 22 municípios que formam o Cisnorpi. Parte destes recursos – R$ 3,4 milhões – foi repassada para custeio de 32 serviços/leitos de média e alta complexidade, que funcionavam sem a contrapartida do Ministério da Saúde. Outra parte – R$ 2,2 milhões – serviram para garantir o fortalecimento da Atenção Básica no segundo semestre de 2017. Em todo o Paraná, foram R$ 550 milhões repassados para custeio de serviços e abertura de leitos em praticamente todos os municípios paranaenses.

Os deputados estaduais Pedro Lupion(DEM) e Evandro Júnior(PSDB) estavam presentes, além dos prefeitos de Jacarezinho e Santo Antônio da Platina, de Carlópolis, Hiroshi Kubo , de Ribeirão Claro, Mário Augusto Pereira, que também é presidente da Associação dos Municípios do Norte Pioneiro (Amunorpi), Haggi Neto (Cambará), Sérgio Rodrigues (Pinhalão), Alex (Conselheiro Mairinck), Eclair (Jundiaí do Sul), Geraldão (Japira),Ulisses Mingote (vice prefeito de Ibaiti), Guilherme Curi Saliba Costa, ex-prefeito de Tomazina e Alfredo Ayub( 19ª Regional de Saúde de Jacarezinho), Esmael Carvalho(Quatiguá), Fátima Isac e Elieser Eliezer de Freitas Ribeiro (Hospital Regional do Norte Pioneiro), entre outras lideranças.

A vice-governadora Cida Borghetti, esposa do ministro, que anunciou que participaria da reunião em Jacarezinho, acabou não podendo participar, pois não houve condições de embarcar no Aeroporto do Bacacheri, em Curitiba, devido ao tempo chuvoso.

TEXTO.VÍDEO E FOTOS: VALDIR AMARAL/ESPECIAL PARA O NPDIARIO

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas