NPdiário | Divulgados retratos falados dos sequestradores do gerente do Banco do Brasil

Divulgados retratos falados dos sequestradores do gerente do Banco do Brasil

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Extorquiram dinheiro e fugiram

Foram divulgados nesta quarta-feira, dia 14, os retratos falados dos dois bandidos que sequestraram e extorquiram o gerente-geral da agência do Banco do Brasil de Santo Antônio da Platina (foto), Ricardo Figueiredo, na noite do último dia sete e manhã do dia oito. Na ocasião, os bandidos – e mais um ou dois comparsas que agiram como suporte – invadiram a casa (foto) de Ricardo Figueiredo e fizeram reféns ele, a esposa e duas filhas, uma de 11 e outra de 13 anos. Na sequência, fugiram levando elevada soma de dinheiro.
O grupo Tigre (Tático Integrado de Grupos de Repressão) da Polícia Civil do Paraná é quem ficou responsável pelas investigações e diligências.
Marcelo Mendes, delegado-chefe da equipe que está de plantão nesta semana, deve dar mais detalhes nesta quinta-feira, dia 15.
Apesar do trauma da família e da aflição de parentes e amigos, Ricardo e sua família estão bem.Ele se afastou alguns dias do trabalho.

 

O Tigre surgiu após uma turma de delegados de polícia do Paraná realizar um curso no Rio de Janeiro, em 1987, ministrado por um dos maiores grupos anti-terror e anti-sequestro da época, Grupo Especial de Operaciones (GEO), uma unidade de elite espanhola. Dentre os delegados, estava Adauto de Abreu Oliveira, que já visava a necessidade da criação de um grupo especial de combate à criminalidade no Paraná.

Criado em 1990, preencheu uma lacuna existente na estrutura policial do Estado do Paraná no que tange à recuperação do refém e nas ações de resgate, quando impossível a solução de um impasse pela negociação. O Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial, composto de três grupos distintos, volta-se às ações específicas em delitos em que haja a figura de refém, tais como sequestro, roubo, cárcere privado, violação de domicílio, extorsão mediante sequestro e rapto.

A equipe de negociação realiza os contatos e conversações com os causadores do evento, transmitindo às demais equipes as informações necessárias.

A equipe de Inteligência e Apoio Técnico realiza as investigações necessárias, mantendo equipamentos e arquivos em condição de dar suporte à unidade, quando da existência de delito.

O grupo de Resgate, composto de equipes treinadas nos mesmos moldes dos grupos internacionais, observa rigoroso e detalhado preparo em tiro instintivo e de precisão, com armas curtas e longas, escalada e rapel, mergulho, primeiros socorros, artes marciais, guerra química, além de manter permanente condicionamento nas técnicas de assalto e infiltração, objetivando perfeição no momento de resgatar uma vítima. Mantendo armamento moderno e eficiente, as equipes componentes do Grupo de Resgate estão aptas ao confronto com qualquer poderosa quadrilha. Toda ação tática é realizada com rapidez e surpresa.

Os fundamentos doutrinários que regem o T.I.G.R.E. são os mesmos de qualquer unidade internacional de resgate de reféns, com origem no conceito “SWAT”, de ser uma unidade fundamentada na hierarquia, na disciplina e na lealdade; sendo que o recrutamento de seus integrantes é feito na base do voluntariado; são rigorosos e constantes os treinamentos; todos devem ter dedicação exclusiva ao grupo. Os fundamentos éticos são os da responsabilidade coletiva, com fidelidade aos objetivos doutrinários e o dever do silêncio.

O Grupo Tigre hoje, é um dos grupos táticos mais bem preparados do Brasil, acionado para situações de alto risco, atendimento de ocorrências que envolvem reféns e extorsão mediante sequestro, a unidade tem um bom histórico de êxito no cumprimento de suas missões. Além de constantemente ministrar instruções para diversas equipes das Polícias Civil e Militar.

Leia também: https://npdiario.com/especial/exclusivo-gerente-geral-do-banco-do-brasil-fala-sobre-sequestro-da-familia/#jp-carousel-50000

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas