NPdiário | Julgamento de escândalo de corrupção em Wenceslau Braz

Julgamento de escândalo de corrupção em Wenceslau Braz

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

São quatro candidatos a prefeito na cidade; um é protagonista da vergonha

A Justiça e o Ministério Público começaram a ouvir, no dia 11 de outubro de 2017, as testemunhas do caso Amunorpi(Associação dos Municípios do Norte Pioneiro).Foi no Fórum Desembargador Octávio do Amaral, em Santo Antônio da Platina. A sede da entidade (foto) na época era na cidade. Hoje, fica em Jacarezinho.

Oitiva, em Direito Processual, refere-se ao ato de ouvir as testemunhas ou as partes de um processo judicial.

As ações civis e os consequentes inquéritos realizados pelo Gepatria(Grupo Especializado na Proteção do Patrimônio Público e no Combate à Improbidade Administrativa), do Núcleo do Norte Pioneiro,trabalham ainda hoje com as denúncias de irregularidades  praticadas por ex-funcionários e ex-prefeitos da região, em especial os que exerceram a presidência.

Denunciado pelo Ministério Público tendo à frente a doutora Kele Cristiani com provas praticamente incontestáveis, o então presidente Taidinho Santos (fotos) vive um tormento desde então.  Atualmente, não pode, por exemplo, se ausentar do município por mais de oito dias sem dar satisfações para a Justiça. A intenção das autoridades é evitar uma possível fuga.

No início, o político investiu em xingamentos e calúnias contra o jornalista Valcir Machado, que dirige o npdiario. A ação judicial, que envolve também o profissional como pessoa jurídica, tiveram duas audiências no fórum de Wenceslau Braz e duas no fórum de Santo Antônio da Platina, sendo que na última o acusado simplesmente faltou, sem justificativa. A conclusão, com o esperado desfecho, deve ser conhecida em 2021.

O advogado do jornal é o dr. César Augusto de Mello e Silva.

“Líder” do maior escândalo político da história do Norte Pioneiro, o réu é candidato a prefeito de Wenceslau Braz. Se eleito, além de envergonhar a população regional, pode ceder o lugar ao vice. Os brazenses podem evitar esse constrangimento. Quase uma tragédia para as futuras gerações.

Wenceslau Braz tem outros três nomes na disputa para o cargo de prefeito do mandato 2021/2024. São candidatos: Paulo Rick (Podemos), Marcelo Fayad (Republicamos), o postulante Omar Andraus (PTB) preferiu desistir dias atrás para exercer o voto útil e está apoiando Paulo Leonar (Progressistas), atual chefe do executivo,vítima de vereadores oposicionistas que tentaram de todas as formas tirá-lo do poder legitimamente conquistado nas urnas.

Decência, pacificação, maturidade, consciência cívica, patriotismo, sensatez, entre outros adjetivos podem justificar a escolha em um desses três candidatos.

Ou não. Aí, é com o eleitor.

 

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas