NPdiário | Polícia Civil prende receptador em Santo Antônio

Polícia Civil prende receptador em Santo Antônio

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Confessou ter comprado carne furtada 

Os investigadores da Delegacia de Polícia Civil de Santo Antônio da Platina prenderam, nesta quinta-feira, dia primeiro, Júlio César Alvim (fotos) , acusado de ser receptador,pois adquiriu parte de carne furtada na zona rural do município.

Nas últimas semanas a equipe comandada pelo delegado Rafael Pereira Gabardo Guimarães vem realizando investigações para apuração da autoria dos furtos de animais e abates clandestinos ocorridos na região. Na quarta-feira, obteve o conhecimento do furto de quatro carneiros e uma leitoa no Sítio do Jurandir, no povoado da Platina.

Em sua casa, localizada no bairro Colina Verde, foram encontrados cinco “quartos” de carneiro e uma calça suja de sangue animal.

                            

Alvim informalmente admitiu ter pago R$ 15,00 pelo quilo da carne, mas não quis revelar o nome do criminoso vendedor, mas quando do seu interrogatório, optou por usar seu direito constitucional de permanecer em silêncio. O preso tem passagem por homicídio consumado* e posse irregular de arma de fogo.

O indivíduo foi conduzido à Delegacia, sendo então autuado em flagrante em razão da prática do crime previsto no artigo 180-A do Código Penal (receptação de animal), cuja pena é de reclusão dois a cinco anos.

*É o tipo penal integralmente realizado, ou seja, quando o tipo concreto amolda-se perfeitamente ao tipo abstrato. De acordo com o artigo 14, I do Código Penal, diz-se consumado o crime quando nele se reúnem todos os elementos de sua definição legal. No homicídio, por exemplo, o tipo penal consiste em “matar alguém” (artigo 121 do CP), assim o crime restará consumado com a morte da vítima.

Fundamentação:

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas