NPdiário | Reunião histórica define doação de UPA para Hospital do Câncer

Reunião histórica define doação de UPA para Hospital do Câncer

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Novo encontro no final do mês em Brasília

Houve ansiedade, nervosismo, euforia, abraços, lágrimas e muitos sorrisos. Ao final, oração de mãos dadas. Assim foi a importante reunião ocorrida na manhã desta segunda-feira, dia 13, na sede do Hospital do Câncer de Londrina (foto) , na rua Lucila Balalai, Jardim Monções. Com a promessa dos deputados federais Alex Canziani (PTB) e Reinold Stephanes (PSD) de emenda individual de R$ 1 milhão cada um, mais 300 mil reais da prefeitura e cerca de outro R$ 1 milhão de outro(s) deputado(s) federais, foi praticamente definida a situação da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Santo Antônio da Platina.

Ela será comprada e doada ao HCL, assim como o terreno em que se encontra, no final da avenida José Palma Rennó  (foto).

Participaram, além dos dois parlamentares, o prefeito Zezão Coelho (PHS), o vice, Chico da Aramon (PMN), o presidente do Conselho Administrativo, Nelson Dequech, o Diretor Médico Técnico Cláudio Camacho; a gestora de Ações Estratégicas e Projetos, Mara Fernandes, a gestora de Enfermagem Manoela Germinari; o presidente Francisco Ontivera, o gestor de Controladoria Ubirajara Zanetti, o administrador geral e gestor Administrativo, Edmilson da Silva Garcia, os vereadores Odemir Jacob (PHS), Edson Muniz Gonçalves (PHS) e Míriam Rodrigues (PTN), o sócio participativo Nego Bateria, o advogado Michel Biussi, a secretária de Saúde platinense, Ana Cristina Micó, o assessor parlamentar, Gil Martins, e o jornalista Valcir Machado.

 

Mara conduziu o encontro. Após discussões, ficou deliberado que haverá audiência com o ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP),possivelmente no próximo dia 28 (uma terça-feira), em Brasília, onde a questão burocrática deve ser concluída.

      

O deputado Diego Alexsander Paula Garcia (PHS) foi contatado por celular pelo prefeito, mas até a noite desta segunda ainda não havia anunciada a emenda.De qualquer forma,a iniciativa tem apoio de diversas prefeituras, sendo que a operacionalização e a engenharia contábil/técnica será esmiuçada.
O imóvel foi concluído com verba federal em terreno doado pelo município, mas está fechado por falta de recursos financeiros para seu funcionamento. A ideia inicial seria adquirir e repassar a UPA para o Hospital do Câncer de Londrina e é exatamente o que vai acontecer. O custeio será responsabilidade do HC, mas com o compromisso de parceria permanente com a comunidade do Norte Pioneiro.
Na unidade, não haverá tratamento do câncer, apenas a prevenção e o diagnóstico.
Outras ações já começaram a ser delineadas como a procura por mais deputados e lideranças comunitárias, religiosas etc.

Fotos: Henrique Lhamas e Bruna Tamanini Dorigon/Especial para o npdiario

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on email

Comentários

  • Facebook
  • Google Plus

Notícias relacionadas